Meio de volta...

sexta-feira, junho 26

A Grande Dama se Apresenta.



Tenho a fonte do poder nas mãos. Sou pedra,flor e fio.

Sou espada que corta,veneneno que mata a morte lenta.

Não me contento com o pouco, o pouco e para fracos! Sou rica,forte e amante dos poderosos!

Não caminho junto a ninguém, homem nenhum me guia ou me governa!

Eu faço meu prorpio caminho. Não sou fera!

Mas devoro quem por mim passar...

Não sou medo e não tenho medo.

Não sou flor sou espinho...é veneno.

Não sou nada do que você espera, sou melhor do que você pode imaginar.

Sou eu o poder, a força e o querer.

Ergo meu olhos e vejo as curvas da estrada...asfalto, meu ouro negro.

Sou a dona das almas perdidas aqui !

Meus olhos num retrovisor são boas noticias para quem deseja não mas viver.

Meus olhos num retrovisor são pavor para quem tem fome de vida.

Me permito escolher os homens que minha alma morta deseja.

A Grande Dama...e esta quem eu sou. A vingança me foi concedida. O ódio e meu combustivel. Homens são o meu alvo. E sou que escolho o seu destino.

Quando por mim na estrada passar passe lento sorrateiro , reze para que eu não o veja...

Eu vou atras de você!!!

7 comentários:

  1. Que show A grande Dama gostei, sobre Dirty Dancing graças a Rê eu tenho esse filme em dvd sou apaixonada por ele só fico triste por causa do Patrick Swaize.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. assim devemos ser, damss, firmes e fortes... lindo esses versos.

    Blog Suicide Virgin

    ResponderExcluir
  3. Oi Let que ótimo que tu gostou sou maquiadora profissional já há 5 anos e estou passando meus conhecimentos e pesquisas nesse Blog.
    Bjinhos

    ResponderExcluir
  4. Es uma Dama amiga!
    Estou com saudades da vc. Nunca mais veio.
    agora Vim convidar vc. para degustar um saboroso pinhão em minha casa Curiosa.
    Te espero lá
    Sandra

    ResponderExcluir
  5. Uma paixão desapaixonada
    Uma razão desencontrada
    Uma palavra vazia de sentido
    Uma inquietação gerada do nada

    A calmaria é o fim da tempestade
    Ou será o princípio da tormenta?!
    As velas recolhem o vento
    Minha alma acolhe o que o coração inventa


    Boa semana



    Doce beijo

    ResponderExcluir
  6. A Grande Dama. Dona Morte.

    Penso que o texto tem apelo poético, Mais penso que há muitos que nutrem um amor niilista pela morte. Não sentem o desejo de morrer... Mais sim, um desejo de se encontrar do outro lado.

    Se pararmos para pensar é um sentimento lindo. Tal qual Buda teve essa iluminação antes de morrer. A morte não é o fim de tudo... Apenas o começo.

    Direto do Rio. Falando da morte.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. O blog "O que elas estão lendo!?" está com sorteio. Como você é nossa seguidora, viemos aqui te lembrar que amanhã é o último dia para concorrer ao livro "Lemniscata" de Pedro Drummond.

    Como participar? Só deixar um comentário dizendo: Eu quero participar!

    Depois é só cruzar os dedos!

    beijos e boa sorte

    Equipe "O que elas estão lendo!?"
    www.elasestaolendo.blogspot.com

    ResponderExcluir